1

DEU NA RÁDIO (I)

FacebookTwitterGoogle+

DEU NA RÁDIO
“Câmara Municipal repassa UM MILHÃO DE REAIS á Secretaria de Saúde para pagar aluguel de vinte respiradores a serem utilizados no HNSC.

Meu comentário : Noutro cenário esta decisão dos vereadores teria o meu mais caloroso aplauso; como fiz recentemente quando do primeiro repasse no começo da pandemia. Agora não, pois pelo visto está sobrando dinheiro no cofre da nossa outrora veneranda Santa Casa. Não parece estar necessitada de ajuda uma instituição que paga uma “COMISSÃO” de 12,5% supostamente indevida e já denunciada ao MP que ultrapassa a quantia de 390.000,00 (comissão em cima da doação de TRÊS MILHÕES DE REAIS feita pela mineradora VALE). Agora se sabe que a destinatária da tal comissão é uma empresa sediada em Itaúna, com capital social de apenas 10.000,00. Não custa lembrar que Itaúna é a cidade de origem do atual interventor do HNSC, indicado por sua excelência o prefeito de Pará de Minas.
Curiosamente, o Secretário das Doenças de Pará de Minas, que foi trazido da vizinha Juatuba, também tem privilegiado pequenas empresas daquela simpática cidade na aquisição de material hospitalar. tudo claro com a facilidade que lhe faculta o “Decreto Municipal de Calamidade Pública”, que dispensa licitações para compras.
Mais curioso ainda é o fato de que os vereadores não se manifestaram publicamente em nenhum momento sobre essas denúncias. Nem a imprensa de Pará de Minas.
Não sou nenhuma “Mãe Dinah” lembram-se dela? para vaticinar que todos os omissos serão atropelados pelos fatos que virão á tona mais cedo do que esperam.

PS) Minha chinesinha informa que cada um dos respiradores custará a bagatela diária de 555,00 ao HNSC que ao final dos 90 dias, utilizadas ou não as máquinas, serão pagos á empresa. Como é mesmo o nome da locadora dos respiradores? E onde está sediada? E agora vem um passarinho me contar que o HNSC não tem vinte leitos destinados a pacientes acometidos pelo COVID.

Osso é isso !

Luiz David

One Comment

  1. Luiz David. Tomara que nao chegue ao conhecimento de meu irmão uma tristeza destas. Seria ruim demais. Para ele, como para todos nós que acompanhamos a trajetória do HNSC, é uma calamidade dentro da que já estamos vivendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *